Cinema à Mesa // Porto Femme Synchronization #31
2020
16 Setembro

//

21:00

//

Entrada Livre
Cinema à Mesa // Porto Femme Synchronization #31
16 Setembro

//

21:00

//

Entrada Livre

Poster

Image

PORTO FEMME SYNCHRONIZATION | Femme Sessions #30


Cinema à Mesa | 21h00 | Sala de Espectáculos


ENTRADA LIVRE


(Possibilidade de reserva de mesa mediante a compra dos nossos menus de snacks especialmente pensados para a Sala de Espectáculos. Reserva disponível na Loja Online Maus Hábitos.)


**


Setembro é um mês especial. Neste mês, as quartas são de Cinema à Mesa, com PORTO FEMME SYNCRHONIZATION.


Este evento pretende ser um pré-festival, preparando a cidade para a 3ª edição do PORTO FEMME INTERNATIONAL FILM FESTIVAL que acontece de 6 a 10 de Outubro. 

Nas quatro sessões, que acontecerão dia 2, 16, 23 e 30 de Setembro às 21h00, apresentamos filmes que estiveram em competição desde a primeira edição e que regressam pela primeira vez desde que foram exibidos no festival, à sala do Maus Hábitos. 


Em cada sessão, estará presente uma convidada especial e dia 16 é a vez de recebermos Patrícia Nogueira, que abrirá o debate ao filme “CARTA A INGER” realizado por María Lucía Castrillón, que conta a história de Inger Servolin, uma das primeiras mulheres produtoras de cinema documental em França. Patrícia Nogueira (Porto, Portugal) realiza e produz documentários e trabalha regularmente com outros realizadores, tanto em ficção como documentário. É Professora na ESMAD - Escola Superior de Media Artes e Design (IPPorto) e no Instituto Universitário da Maia. Os seus interesses de investigação centram-se em formas de Documentário contemporâneo, em especial no Cinema Digital, e em Estudos Feministas de Cinema.

Contamos com a vossa presença para virem celebrar o cinema connosco! 


Programação

Duração sessão:aproximadamente 76 minutos

Entrada Livre


CARTA A INGER

França | 76’ | 2018

Realizadora: Maria Lucia Castrillon

Produtor: Townsend Laura


Sinopse

Esta é a história de Inger Servolin, uma das primeiras produtoras de documentários femininos na França. Ela começou no cinema na esteira de maio de 68, quando ao lado de Chris Marker e outros, fundou a cooperativa Slon (Sociedade para o lançamento de novas obras), tornou-se Iskra (imagem, som, cinescópio, produção audiovisual) em 1973, uma das raras casas de produção da época que ainda existe. Entre trechos de filmes, cartas dirigidas a Chris Marker e depoimentos de seus companheiros de viagem, este documentário traça o caminho da produtora e explora sua busca para possibilitar filmes que não deveriam existir. Hoje, eles constituem uma parte essencial do patrimônio documental francês.

Image

Maus Hábitos

Rua Passos Manuel 178, 4º

4000-382 Porto

T: 937 202 918 (Restaurante)

T: 222 087 268 (Escritório)

F: 222 000 134

geral@maushabitos.com


Segunda a Sexta

12h — 22h30

[Horário de contingência]

Fechado ao Sábado e Domingo

ImageImageImageImage

Maus Hábitos © 2016

powered by

Image