Image
Porto Femme #50

Porto

Qua
29
Jun
21:00

voltar atrás

Ciclo de Cinema no Feminino – 50ª Sessão

29.06.2022- 21h00 

Duração sessão: 72´

Sala de Espetáculos   


Entrada Livre 


Apresentação da sessão: 

No âmbito da rúbrica Cinema à Mesa, as Femme Sessions exibem, nas últimas quartas-feiras de cada mês, cinema feito por mulheres! Em Junho, apresentamos um programa que nos chega dos Estados Unidos da América através da parceria com o Festival Women’s Voices Now.

Esta é mais uma parceria que estabelecemos com festivais com os quais partilhamos os mesmos objetivos.


O Women's Voices Now é uma organização americana sem fins lucrativos que "usa o filme para impulsionar uma mudança social positiva que avança os direitos das mulheres em todo o mundo”. 

“The War and Worship of Women's Bodies” é uma seleção de curtas-metragens da coleção de filmes online do Women's Voices Now: Voices for Change, transporta-nos ao redor do mundo para experimentar o medo e a aversão que ocorrem dentro e fora dos corpos das mulheres - uma experiência compartilhada pelas mulheres, independentemente de onde elas são. No entanto, entre a escuridão e profanação, as mulheres esforçam-se para recuperar a “santidade” dos seus seres - através da raiva, do movimento, da expressão e da conexão. Ao seguirmxs juntxs nesta jornada cinematográfica, vemos a resiliência e a persistência das mulheres, e somos convidadxs a apoiá-las e reverenciá-las, vendo-as através de seus próprios olhos – curadas e inteiras.


Programação


Part I: The Danger of Being a Woman


A GIRL OF NO IMPORTANCE

Anya Camilleri | UK | 2017 | 15´

 

Sinopse

Há cerca de 10.000 raparigas raptadas e traficadas da Europa de Leste todos os anos. A maioria são raparigas jovens, nem mesmo com 18 anos, que foram forçadas à prostituição. Só não sabem como escapar aos criminosos violentos que as mantêm sob controlo rigoroso. Estas raparigas são compradas e vendidas como gado. A Girl of No Important é um drama sobre uma rapariga ucraniana, Alina, de 16 anos, que consegue escapar, e o que lhe acontece quando se encontra no centro de Roma, uma bela cidade onde não pode confiar em ninguém.

 

Sobre a Realizadora

Anya Camilleri é realizadora e escritora. Ela cocriou e dirigiu o romance transatlântico Ny-lon e o premiado Liverpool 1, bem como muitas horas de drama em horário nobre. As suas curtas-metragens Perfect, Jealousy e A Girl Of No Important conquistaram prémios internacionais. Atualmente está a cocriar uma série dramática original para a Endemol Shine com Maddalena Ravagli – Courtesans, bem como cocriando uma série para RAI TV, Maternidade (título de trabalho), com a estrela Gabriella Pession.

 

BEAUTY, FEAR, VIOLENCE

Anouk Phéline | France & USA | 2017 | 6´

 

Sinopse

Uma jovem vai para casa sozinha à noite e pensa na morte. Depois vêm os gritos. Mas o que é um grito? E quem é a presa? Este ensaio visual retrata um filme noir De Los Angeles governado pela violência contra as mulheres.

 

Sobre a Realizadora

Depois de estudar cinema e filosofia em Paris na Ecole Normale Supérieure (Ulm), La Sorbonne e University Paris Diderot em parceria com a Cinémathèque française, Anouk Phéline tem levado a cabo a sua formação em artes visuais na UCLA.

É agora candidata a doutorada em história do cinema sob a supervisão de Antoine de Baecque (ENS, Paris) e Elena Dagrada (Unimi, Milano). A sua investigação centra-se na criação da Viagem a Itália de Roberto Rossellini (1954) em relação à tradição artística da viagem a Itália.

Assombrada pela beleza e violência de Los Angeles, foi lá que dirigiu a sua primeira curta-metragem experimental BEAUTY FEAR VIOLENCE (2017). Neste ensaio visual, texto, imagens e som colidem para levantar uma questão obcecada: a experiência do medo.

 

THE CAMPAIGN 

Jenny Montasir | USA & Egypt | 2017 | 17´

 

Sinopse

Um anúncio pode ajudar a acabar com o assédio sexual no Egito? A Campanha segue a realização da primeira campanha publicitária em massa no Egito para abordar corajosamente a epidemia de assédio sexual.

Em 2010, uma iniciativa chamada HarassMap começou a desenvolver programas online e no terreno para combater o assédio sexual. Quando um relatório da ONU revelou que 99% das mulheres no Egito tinham sofrido assédio, perceberam que combater esta crise exigia mais criatividade.

A Campanha segue o HarassMap na sua jornada para produzir uma grande campanha televisiva para levar uma mensagem anti-assédio às massas. Desde o início, a sua produção é atormentada por divergências criativas, mudanças de pessoal e questões financeiras, e os desafios incomuns que se seguem a uma revolução política, incluindo uma série chocante de agressões sexuais na Praça Tahrir, e períodos sustentados de mudança e agitação. À medida que a data do lançamento se aproxima, perguntam-se: será que o público aceitará o seu ponto de vista? Que impacto pode um anúncio ter num problema profundamente entrincheirado nas ruas?

 

Sobre a Realizadora

Jenny Montasir é uma cineasta egípcia-americana e jornalista de vídeo. Durante quatro anos, esteve sediada no Egito, cobrindo os direitos das mulheres e as questões de justiça social. O seu trabalho tem sido apresentado na BBC, The New York Times, MSNBC, The Huffington Post, Voice of America, Time e The Guardian. O seu documentário amplamente partilhado, Speak out: Violência Doméstica no Egito, foi selecionado para ser exibido no Fórum Global Women Deliver Global de 2012.

Este programa discute assuntos que podem ser considerados sensíveis.


Part II: Taking Back Our Power


HOLLABACK 

Emilia Wieding | USA & GERMANY | 2018 | 10´

 

Sinopse

Ciarra Lambert, também conhecida como Queen Jo, é uma artista multifacetada de hip-hop de Filadélfia, que tem a coragem de lutar pelos direitos das mulheres dentro da mesma cena que as degrada diariamente. Partilha as suas opiniões através da letra da sua música e enfrenta a batalha contra o julgamento desigual das mulheres.

Numa fase muito inicial da sua vida, começou a perceber que a sociedade estava a tratar as raparigas de forma diferente. Quando andava no liceu, começou a escrever letras de rap. Apesar de ter sido rejeitada por uma editora, dizendo que a sua música não é "adequada" porque era rap feminista, nunca desistiu de espalhar a sua palavra.

Hollaback mostra Ciarra no seu processo criativo combinado com a sua mentalidade ativista. Segue-a através do processo de criação de uma canção criticando a forma como a cena do hip-hop retrata as mulheres.

 

Sobre a Realizadora

Emilia Wieding iniciou a sua carreira como jornalista na Universidade de Música de Karlsruhe, Alemanha. Começou por filmar retratos sobre músicos e a conduzir entrevistas.

Logo descobriu que havia temas mais importantes que a interessavam como jornalista e foi assim que começou a dar voz às pessoas que sofrem de injustiças.



SHEDDING SKIN

Meysam Javadi | USA | 2017 | 7´

 

Sinopse

Sentirmo-nos na nossa própria pele pode fazer-nos sentir seguros, confortáveis. Um lugar de (des)colocação não é sobre melhor ou pior, livre ou livre; é agridoce, envolvendo aceitação, chegando à paz, independência, derramando o apego, e deixando-se ir.

 

Sobre o Realizador

Meysam "Sam" Javadi é um realizador de cinema e teatro iraniano baseado nos últimos três anos no Tajiquistão. Foi Diretor de Vídeo de "Murmúrios da primavera", de Mamak Khadem, que se estreou no Museu de Arte do Condado de Los Angeles, e fez vídeos musicais para muitos músicos proeminentes de Tajik.

Foi Diretor de Fotografia para o documentário “After the Curtain”, que estreou no Lincoln Center em fevereiro de 2016. É o fundador do grupo de teatro Bisarparastan, cuja produção, Jornalista, escrita e dirigida por Sam, fez uma digressão de 11 cidades pelo Tajiquistão e depois para o Festival Rumi de 2016, na Noruega.

Sam também é um bailarino, músico e ator. Ele traz esta sensibilidade ao desempenho e ao seu estilo de câmara. Sam fala persa, turco e inglês.


Part III: Healing Through Love & Acceptance


ONYI: THE PATH TO FINDING ME

Tamara Sims, Elissa Fong & Brigette Barrales | USA | 2019 | 6´

 

Esta é uma Produção feminina: Onyi: The Path to Finding Me é uma produção de Girls's Voices Now, um Programa de Jovens de verão das Vozes femininas focado em capacitar a próxima geração de mulheres e pessoas que se identificam como mulheres, ativistas, cineastas e feministas.

 

Sinopse

Os meios de comunicação retratam frequentemente padrões irrealistas que prejudicam a autoestima e a confiança de quem não cumpre os padrões de beleza "ideais". Este filme centra-se em Onyi, que, apesar das pressões da sociedade, é sem remorsos ela própria.

 

Sobre as Realizadoras

Tamara Sims (14 anos) é cineasta e atriz. Escreveu guiões no 5º ano como parte do programa "Jovens Contadores de Histórias"; o seu guião foi selecionado para ser realizado por atores profissionais, incluindo Jack Black e Keegan-Michael Key, e escreveu uma curta-metragem que estreou no teatro El Capitan, como parte das promoções cinematográficas "Beauty and the Beast" da Disney.

Participou também no programa "Movie Makers" que teve lugar nos Estúdios Sony, onde fez um filme sobre uma presidente norte-americana. Tamara pretende criar documentários que abordem questões ambientais e mudanças sociais.

Elissa Fong (16 anos) é uma sénior em ascensão na South Pasadena High School, onde dedica o seu tempo a retribuir à comunidade. Faz parte da TASSEL, onde ensina inglês a crianças no Camboja através de e-mail e FaceTime. Ela também está envolvida com várias organizações comunitárias, por exemplo, a comissão de jovens da cidade e a WriteGirl, um programa que inspira jovens mulheres a escrever, e Bring Me Hope, onde frequentou um acampamento de verão na China cuidando de órfãos deficientes. Esforça-se por consciencializar os médicos menos favorecidos pela sua paixão pela escrita e pelo cinema, e planeia formar-se em cinema na universidade e prosseguir uma carreira no jornalismo.

Brigette Barrales (17 anos) é uma Gen Z com o objetivo de usar a educação para desbloquear o melhor tanto nas gerações mais velhas como nas mais novas. Ela pretende usar a sua experiência no cinema para realizar as suas ideias e conhecer indivíduos com espírito.

 


YOUR BODY IS YOURS

Yara Cruz (16), Jaqueline Mendez (15), Sydney Johnson (16), Alyn Mayoral (14) | USA | 2021 | 8´

 

Sinopse

Como recuperamos os nossos corpos e crescemos para nos sentirmos confortáveis neles? O TEU  CORPO É O TEU mergulha nos padrões atuais de beleza da sociedade e explora a coexistência da autonomia corporal e positividade.

Este filme foi criado durante o programa Girls's Voices Now que capacita raparigas e jovens que identificam como mulheres de comunidades de baixos rendimentos e de artes subservidas para encontrar, desenvolver e usar as suas vozes para uma mudança social positiva através do cinema.

ANTES DE VER O FILME, PERGUNTA-TE A TI MESMX:

  1. O que significa positividade corporal para ti?

  2. O que significa autonomia corporal para ti?

  3. Há alguma maneira de praticar positividade corporal?

  4. O que a beleza significa para ti?

 

DEPOIS DE VER O FILME, VAMOS PERGUNTAR A NÓS MESMXS:

  1. Como podes incorporar positividade corporal e autonomia corporal na tua vida?

  2. O que se pode fazer para ajudar as pessoas a sentirem-se bem com o seu corpo?

  3. Há alguma coisa que possas fazer para te sentires mais confortável no teu próprio corpo?


RESSIGNIFICAR

Iolanda Oliveira | Portugal | 2020 | 3´

 

Sinopse

Um elogio ao feminino, revelando e florescendo a Essência das Mulheres sob a forma de amor. O público move-se suavemente para a sua autenticidade, afeição e espírito de colaboração através das manifestações sinceras de mulheres distintas. Mais do que uma curta-metragem, é um processo criativo que liga a Arte à Consciência, focando-se em reformular a ideia da objetificação das mulheres construídas pelos meios de comunicação.

 

Sobre a Realizadora

Iolanda Oliveira reside em Portugal e a sua prática profissional assenta maioritariamente na facilitação de workshops de Arte & Consciência e ensino artístico em escolas e comunidades em Portugal e no Brasil. Trabalhou na área do teatro em países da Europa Central.

É fundadora do Festival Integral – Saúde Holística, cujo foco é congregar oradores com diferentes visões de modo que o público expanda a sua visão sobre o campo de atuação na área da Saúde.

É carinhosamente ex-aluna da Secundária Artística António Arroio, licenciada em Artes Plásticas pela ESAD.CR e em Ciências da Psicologia pela FP.UL.

 

* Na última quarta-feira de cada mês, a tela da Saco Azul/Maus Hábitos exibe ciclos temáticos nos quais o denominador comum é serem filmes realizados por mulheres. O objetivo é dar visibilidade ao trabalho da mulher no cinema, através da projeção das suas obras e, sempre que possível, da sua presença nas sessões, promovendo o encontro entre o público e as autoras.

Image

Horários

Segunda-feira (MON) – 18:00 - 24:00

Terça-feira (TUE) - 12:00 - 24:00

Quarta-feira (WED) - 12:00 - 24:00

Quinta-feira (THU) - 12:00 - 02:00

Sexta-feira (FRI) - 12:00 - 06:00

(restaurante até 02:00)

Sábado (SAT) - 12:00 - 06:00

(restaurante até 02:00)

Domingo (SUN) – Encerrado/ Closed

 

(serviço cozinha:  até às 23:00 //

Sexta e Sábado até 24:00)


Contactos

T: 937 202 918 (Restaurante)

T: 222 087 268 (Escritório)

F: 222 000 134

geral@maushabitos.com

Morada

Maus Hábitos

Rua Passos Manuel 178, 4º

4000-382 Porto

Image

Horários

Segunda-feira (MON) – 08:00 - 23:00

Terça-feira (TUE) – 08:00 - 23:00

Quarta-feira (WED) – 08:00 - 23:00

Quinta-feira (THU) – 08:00 - 23:00

Sexta-feira (FRI) – 08:00 - 23:00

Sábado (SAT) – 08:00 - 23:00

Domingo (SUN) – 08:00 - 23:00



(Serviço de cozinha até 22:30)




Contactos

Morada

Selina

Rua Fernandes Tomás, 64

1200-180 Lisboa, Portugal

Image

Horários

Segunda-feira (MON) – Encerrado/ Closed

Terça-feira (TUE) - Encerrado/ Closed

Quarta-feira (WED) - 12:00 - 00:00

Quinta-feira (THU) - 12:00 - 02:00

Sexta-feira (FRI) - 12:00 - 02:00

Sábado (SAT) - 12:00 - 02:00

Domingo (SUN) – 12:00 - 00:00

 

(serviço cozinha: Quarta a Sexta-feira: 12:00 – 15:00 e 19:30 – 23:00 // Sábado e Domingo: 12:00 – 16:00 e 19:30 – 23:00)



Contactos

T (+351) 91 678 678 7

vicios.vilareal@maushabitos.com

Morada

Café-Concerto

Alameda de Grasse, Edifício Teatro

5000-703 Vila Real

Projeto co-financiado por:

Image