Image
Bandua

Vila Real

Qua
18
Mai
23:00

voltar atrás

Bandua

Vila Real | Sons à Mesa | QUA 18 MAI | 23:00


Entrada Livre


Bandua agarra no cancioneiro popular da região da Beira Baixa de Portugal e o encara com uma reinterpretação folk eletrônica. Concebido pelo musico e produtor eclético Tempura (também conhecido como Tempura the Purple Boy) e contando com a participação do cantor e músico português Edgar Valente, Bandua representa a primeira vez que estas sonoridades e canções são reutilizadas e moldadas num disco melancólico-pop eletrônico de língua portuguesa.

 

A ideia foi inicialmente concebida por Tempura (Bernardo Addario) em 2018 quando o produtor-músico procurava sons de electrónica orgânica com raízes portuguesas, sem muito sucesso. Foi durante esta procura que surgiu a vontade e a necessidade de criar algo baseado na sonoridade electrónica do downtempo berlinense, mas com raízes do folclore português da Beira Baixa. Em 2019 surgiu a base de ''Cinco Sentidos’' e o convite que trouxe Edgar Valente a bordo para prestar os seus vocais, teclados e adufe. Logo em seguida deu-se a descoberta que os dois tinham raízes semelhantes na região, e parecia óbvio aprofundar esta colaboração e produzir uma carta de amor às suas terras.

 

Influenciada pelas tradições pagãs e mouriscas, a Beira Baixa é uma região central de Portugal impregnada de cultura milenar com uma história de música folclórica hiper-regionalizada. “Bandua é uma reinterpretação das canções tradicionais portuguesas da região, trazendo-as para o mundo moderno”, explica Addario, “queríamos criar algo novo, sem esquecer das nossas raízes”.

 

Com Bandua, tal como em todos os seus esforços, Addario consegue manifestar algo do místico para o mundo real. “Adoraria que as pessoas pensassem que estou aqui a fazer uma declaração e ajudar a definir um padrão do que pode ser alcançado neste tipo de música, cantada em português”, diz ele sobre o projeto.


O disco de estreia encontra o seu lar na discográfica Holandesa/Brasileira Frente Bolivarista graças a uma conexão estabelecida através do DJ e produtor português Pedro Martins (que também mixou a maior parte do álbum). Dirigido pelo produtor brasileiro Pigmalião (Daniel Lucas), o selo vem com o objetivo de transcender fronteiras e promover uma grande variedade de estilos musicais, desde o eletrônico ao xamânico, com um ethos que anda de mãos dadas com este projeto revisionista de estilos tradicionais e  narrativas folclóricas.


Reservas/ +info: (+351) 91 678 678 7 ou vicios.vilareal@maushabitos.com

Image

Horários

Segunda-feira (MON) – 18:00 - 24:00

Terça-feira (TUE) - 12:00 - 24:00

Quarta-feira (WED) - 12:00 - 24:00

Quinta-feira (THU) - 12:00 - 02:00

Sexta-feira (FRI) - 12:00 - 06:00

(restaurante até 02:00)

Sábado (SAT) - 12:00 - 06:00

(restaurante até 02:00)

Domingo (SUN) – Encerrado/ Closed

 

(serviço cozinha:  até às 23:00 //

Sexta e Sábado até 24:00)


Contactos

T: 937 202 918 (Restaurante)

T: 222 087 268 (Escritório)

F: 222 000 134

geral@maushabitos.com

Morada

Maus Hábitos

Rua Passos Manuel 178, 4º

4000-382 Porto

Image

Horários

Segunda-feira (MON) – 08:00 - 23:00

Terça-feira (TUE) – 08:00 - 23:00

Quarta-feira (WED) – 08:00 - 23:00

Quinta-feira (THU) – 08:00 - 23:00

Sexta-feira (FRI) – 08:00 - 23:00

Sábado (SAT) – 08:00 - 23:00

Domingo (SUN) – 08:00 - 23:00



(Serviço de cozinha até 22:30)




Contactos

Morada

Selina

Rua Fernandes Tomás, 64

1200-180 Lisboa, Portugal

Image

Horários

Segunda-feira (MON) – Encerrado/ Closed

Terça-feira (TUE) - Encerrado/ Closed

Quarta-feira (WED) - 12:00 - 00:00

Quinta-feira (THU) - 12:00 - 02:00

Sexta-feira (FRI) - 12:00 - 02:00

Sábado (SAT) - 12:00 - 02:00

Domingo (SUN) – 12:00 - 00:00

 

(serviço cozinha: Quarta a Sexta-feira: 12:00 – 15:00 e 19:30 – 23:00 // Sábado e Domingo: 12:00 – 16:00 e 19:30 – 23:00)



Contactos

T (+351) 91 678 678 7

vicios.vilareal@maushabitos.com

Morada

Café-Concerto

Alameda de Grasse, Edifício Teatro

5000-703 Vila Real

Projeto co-financiado por:

Image